A origem do cinema

Os primeiros passos

A origem do cinema pode começar a ser contada remontando ao tempo do homem das cavernas!

Já naquele tempo a origem do cinema se apresentava com as pinturas feitas nas cavernas que reproduziam a narrativa de histórias vividas pelo homem.

A origem do cinema também pode ser delineada por uma passagem no Oriente com o jogo de sombras do teatro de marionetes e às experiências com câmera escura e lanterna mágica que marcaram os primeiros passos da ciência óptica.

A história da origem do cinema nos leva à China por volta de 5000 antes de Cristo.

 Sombra ChinesaEste passo histórico nos leva ao jogo de sombra que era a projeção sobre telas de linho ou mesmo nas paredes de imagens de seres humanos, objetos e animais em forma de figuras recortadas que eram utilizadas em histórias narradas pelo operador que manipulava as figuras.

Os enredos das histórias eram recheados de dragões, príncipes e guerreiros.

Chegamos ao século XV quando Leonardo Da Vinci idealiza a câmara escura que se torna realidade no século XVI com o físico napolitano Giambattista Della Porta.

A sua invenção se tratava de uma caixa fechada com um orifício coberto por uma lente e por ele perpassam a luminosidade que projetava os objetos exteriores em imagens invertidas no fundo da caixa.

câmera escura de Zahn

Camera Escura de Zahn - 1685

Chegamos agora na metade ao século XVII quando o alemão Athanasius Kirchner baseado a ideia da câmara escura inventa uma caixa cilíndrica que é iluminada por uma vela que então projeta as imagens desenhadas em lâmina de vidro.

lanterna mágica

Lanterna Mágica - 1645

Os primeiros aparelhos

Estamos agora no ano de 1826 quando o inglês Peter Mark Roger e a descrição do fenômeno da persistência por fração de segundo da imagem na retina.

Ao mesmo tempo, surge a fotografia que foi desenvolvida por Louis-Jacques Daguerre e Joseph Nicéphore Niepce e as pesquisas de captação e análise do movimento.

A origem do cinema vai se configurando!

Persistência Retiniana

Persistência Retiniana

Então, o físico belga Joseph-Antoine Plateau consegue medir o tempo da pesistência retiniana e se descobriu que uma sequência de dez imagens fixas por segundo causava a ilusão de movimento.

Fenacistoscópio

Fenacistoscópio

Em 1832, Plateau inventa o Fenacistoscópio, um aparelho com um disco e várias figuras desenhadas em diferentes posições e que pareciam adquirir movimento quando o disco era girado.

Praxinoscópio

Praxinoscópio

Em 1877, o francês francês Émile Reynaud inventa o Praxinoscópio, um aparelho que projeta imagens desenhadas em fitas transparentes.

O invento iniciado com uma caixa de biscoitos é depois aperfeiçoado para um complexo sistema de espelhos e adaptado a uma lanterna de projeção que davam a impressão de relevo e a multiplicação das figuras gerava a ilusão do movimento.

Fuzil fotográfico

Fuzil Fotográfico

Já em 1878, o fisiologista francês Étienne-Jules Marey cria o fuzil fotográfico que é um tambor forrado internamente com uma chapa fotográfica circular.

Sua ideia surgirua partir da experiência de Edward Muybridge em 1872 que decompôs o movimento do galope de um cavalo.

Muybridge conseguiu isso instalando vinte e quatro máquinas fotográficas próximas uma à outra em uma pista e que eram disparadas por fios que eram rompidos na passagem do cavalo gerando vinte e quatro fotos consecutivas.

Bastante engenhoso!

CronofotografiaForam então feitas pesquisas sobre o voo dos pássaros e o caminhar humano e chegamos ao ano de 1877 quando Étienne-Jules Marey cria a Cronofotografia que era fixação fotográfica das várias fases de um corpo em movimento.

Estava criada a base para o surgimento do cinema!

CinetoscópioEm 1890, o norte-americano Thomas Alva Edison inventa o Cinetoscópio, o filme perfurado.

Neste ano, Edison rodou uma série de pequenos filmes em seu estúdio, o Black Maria, o primeiro estúdio da história do cinema.

Os filmes eram projetados dentro do Cinetoscópio e só podiam ser vistas por um espectador de cada vez.

Os primeiros filmes

CinematógrafoEm 1895, os irmãos Auguste e Louis Lumière idealizam o Cinematógrafo que é um aparelho que pode ser visto como um precursor da filmadora.

O aparelho é movido por manivela e utiliza negativos perfurados que tem o efeito de várias máquinas fotográficas e a projeção da imagem era visível a vários espectadores

A origem da palavra cinema provém deste aparelho!

Louis Lumière realiza então vários curtos documentários.

A origem do cinema acontece com a exibição pública do Cinematógrafo em 28 de dezembro de 1895, no Grand Café, em Paris.

Os primeiros filmes exibidos foram:

  • A saída dos operários das usinas Lumière
  • A chegada do trem na estação
  • O almoço do bebê
  •  O mar

Os filmes tinham por volta de dois minutos e foram filmados ao ar livre.

O cinema mudo estava criado!

O som chegaria ao cinema três décadas depois!

Os curtos documentários e a s ficções foram os primeiros gêneros do cinema.

O desenvolvimento do cinema prossegue com estruturas narrativas mais complexas e são filmadas peças de teatro fazendo surgir grandes nomes como o de Sarah Bernhardt.

Surge também Max Linder, que inspiraria Charles Chaplin, e também “Fantômas”, o primeiro seriado policial, de Louis Feuillade.

Chaplin e as luzes da cidade

Há uma febre na produção de comedias nos Estados Unidos que contagia a Inglaterra e a Rússia.

Giovanni Pastrone, na Itália, faz superproduções épicas, como Cabíria, de 1914.

Edwin Porter, em 1902, realiza a ficção: Vida de um bombeiro americano e em seguida é o responsável pelo primeiro grande clássico do cinema americano: O grande roubo do trem.

Este filme dá origem ao Western e é o começo da indústria cinematográfica!

Surgem dois grandes nomes: Georges Méliès e David Griffith.

Georges Méliès é considerado o pai da arte do cinema. Ele foi o pioneiro na utilização de figurinos, atores, cenários e maquiagens.

Méliès realizou célebres filmes, como: Viagem À Lua (1902) e A Conquista do Pólo (1912).

A criatividade de Méliès desenvolveu diversas técnicas, como : a fusão, a exposição múltipla, o uso de maquetes e os truques ópticos, que foram precursores dos efeitos especiais.

O americano David W. Griffith, por sua vez, é considerado o criador da linguagem cinematográfica.

Griffith é o primeiro a utilizar dramaticamente o close, a montagem paralela, o suspense e os movimentos de câmera.

Em 1915, realiza o primeiro longa-metragem americano: Nascimento de Uma Nação.

Esta produção é tida tido como a base da criação da indústria cinematográfica de Hollywood.

E esta é história da origem do cinema!

THE END