As fases do desenvolvimento humano


A existência humana se dá do nascimento até a morte e entre estas duas situações encontram-se as fases do desenvolvimento humano, seu viver, o processo de envelhecer. 

O nascimento: o início.

A morte: o fim.

A vida: a história.

É neste enredo que acontece o desenvolvimento do ser humano.

As fases do desenvolvimento humano são capítulos da vida.


Vídeo: As fases do desenvolvimento humano


O começo antes do começo

A história humana começa, na verdade, antes do seu nascimento.

No período pré-natal a história humana já começa a ser escrita.

Antes do nascimento

A concepção

Período: (280 dias) que vai de 0 a 8 semanas (ovo-embrião) e feto (40 semanas).

Característica: Vida intrauterina.


Nascimento (parto)

Característica: A chegada ao mundo.

Fases do desenvolvimento humano

Após o nascimento

1ª infância

Período: Do recém-nascido até 18 meses.

Característica: Contato com o mundo e a figura materna.


2ª infância

Período: Dos 18 meses aos 6 anos.

Característica: Ligação afetiva familiar e exploração do meio-ambiente).


3ª infância

Período: Dos 7 anos aos 12 anos.

Característica: Conhecimento dos fatos.

As fases do desenvolvimento humano

Da criança ao adolescente

Pré-adolescência

Período: Dos 12 aos 14 anos.

Característica: Início da crise da adolescência.


Adolescência

Período: Dos 15 aos 20 anos.

Característica: Construção da identidade e penetração nos quadros da vida social.

As fases do desenvolvimento humano

Fase adulta

Idade adulta ou maturidade

Período: Dos 21 aos 45 anos.

Característica: Estabilização da vida.


Meia-idade

Período: Dos 45 aos 60 ou 65 anos.

Característica: Conservação.


Velhice

Período: Dos 60 ou 65 anos de idade até a morte.

Característica: Regressão ou declínio e a morte se avizinha.

As fases do desenvolvimento humano

Considerações sobre as fases do desenvolvimento humano

Toda definição do ser humano e das fases do desenvolvimento humano devem ser vistas e consideradas apenas como meios de melhor compreendê-lo e não como “determinações” de quem é o ser humano.

Falar da natureza humana é falar dos aspectos e das manifestações do homem.

É conceber que o ser humano se transforma ao caminhar e que também transforma o caminho em que anda.

Nisso reside a possibilidade de também acontecer uma tragédia: o desperdício de uma vida com seus talentos truncados se não conseguirmos ver ou não tivermos audácia para mudar para melhor em qualquer momento, e em qualquer idade.

Seres humanos: nem inteiramente vítimas nem totalmente senhores, cada momento da vida um desafio.