Cinco vídeos de literatura

Cinco vídeos de literatura para mostrar o fascinante mundo dos livros. Mario Quintana: “Eu não tenho paredes. Só tenho horizontes.”.

Seleção dos vídeos de literatura:

  • Um livro leva a outro
  • Os Fantásticos Livros Voadores do Sr. Morris Lessmore
  • A menina que odiava livros
  • A maior flor do mundo, de José Saramago
  • Morte e Vida Severina, de João Cabral de Melo Neto

Sinopse dos vídeos de literatura:

Um livro leva a outro

O primeiro vídeo de literatura é o de uma propaganda criada para a cadeia de livrarias Gandhi, no México.

A animação é em 3D e trabalha com o slogan: “Um livro leva a outro”.

A animação mostra personagens famosos e é um divertido desafio para os leitores ao apresentar diversos personagens de livros clássicos a lutar uns contra os outros pela sua atenção.

Você consegue identificar todos?

Os Fantásticos Livros Voadores do Sr. Morris Lessmore

Vencedor do Oscar de Melhor Curta-metragem de Animação de 2012.

“Os fantásticos livros voadores do Sr. Morris Lessmore” é uma fábula de quinze minutos de extrema delicadeza aborda o poder transformador da literatura e o quanto os livros podem tornar a vida encantada.

A menina que odiava livros

Animação conta a história de Nina, uma menina que não gostava de ler, mas que, ao se deparar com o rico universo da leitura, descobre uma nova realidade.

A maior flor do mundo, de José Saramago

A maior flor do mundo é uma magnífica história para crianças, mas, antes de tudo, é um legítimo Saramago.

Transformando-se em personagem, o autor nos conta que uma vez teve uma ideia para um livro infantil, inventou uma história sobre um menino que faz nascer a maior flor do mundo.

Morte e Vida Severina, de João Cabral de Melo Neto

Morte e Vida Severina em desenho animado é uma versão audiovisual da obra prima de João Cabral de Melo Neto, adaptada para os quadrinhos pelo cartunista Miguel Falcão.

Preservando o texto original, a animação 3D dá vida e movimento aos personagens deste auto de natal pernambucano, publicado originalmente em 1956.

Em preto e branco, fiel à aspereza do texto e aos traços dos quadrinhos, a animação narra a dura caminhada de Severino, um retirante nordestino, que migra do sertão para o litoral pernambucano em busca de uma vida melhor.