Da criança para o adulto


A passagem da criança para o adulto não deve ser nunca entendida como momento distinto da vida. O adulto de hoje carrega sempre em seu jeito de ser a criança que foi um dia.

Importante uma reflexão sobre a formação da personalidade do ser humano.

Compreender como as etapas e experiências de cada etapa da vida não são passos que são deixados para trás na história da pessoa, mas que são, na verdade, componentes da fórmula de vida que a pessoa utiliza a cada dia.

O lar, a primeira experiência

Da criança para o adultoO lar é para a criança a primeira experiência do mundo

O lar que a criança vive é mais do que apenas uma escola.

O lar é para a criança a primeira experiência do mundo.

Tudo o que acontece dentro de um lar vira referência para a criança e ela se utilizará das referências adquiridas no lar para lidar e atuar no mundo.

Por isso, o lar é referência para uma vida inteira do ser humano.

A passagem da criança para o adulto começa no lar e as experiências vividas dentro deste lar serão referências de como o ser humano irá atuar fora do lar, ou seja, no mundo.

Da criança para o adulto

A educação acontecendo fora de casa

Inicialmente o contato estabelecido é apenas com a família, onde aprende sobre valores culturais e o básico sobre como viver no mundo, depois acontece a educação fora de casa.

É o momento quando a criança passa a estabelecer contato com outras pessoas que não são da família, como na escola, por exemplo.

Cada pessoa que tem um contato próximo com a criança tem um papel fundamental na configuração do “ser” que a criança irá ser.

Compreender e assumir a responsabilidade de ser uma presença positiva na vida de uma criança fará da criança uma pessoa melhor.

A equação do amor é simples: “Amando a criança você a ensinará a amar”.

A criança em seu processo de configuração da personalidade caminha no mundo e assimila outros diversos conhecimentos de grande importância para seu futuro e cada experiência vivida vai configurando sua personalidade e estabelecendo seus valores de vida e direções a seguir.

Configurando o “ser”

Sendo assim a personalidade da criança vai se formando com as experiências que vai tendo e os significados destas experiências são processos psicológicos que configuram o modo como a criança percebe, interpreta e o que deseja no mundo.

O ser humano vai assim se configurando e construindo o seu “jeito de ser”.

O ser humano é, assim, um universo constituído de características inatas (como a hereditariedade genética) e de influências do mundo em que vive, mas isso não faz dele um ser que é determinado pelo que é inato e social.

O ser humano é um ser com a capacidade de se transformar a cada dia. A passagem da criança para o adulto carrega capítulos importantes da história de todo mundo, mas a história continua a ser escrita a cada dia, cada fato e a cada nova experiência.

A história do ser humano começa num lar, mas o verdadeiro lar de um ser humano ele carrega dentro de si.

O mundo interno do ser humano é o lar que ele carrega aonde for e a qualquer tempo.


Vídeo: As fases do desenvolvimento humano