Empreendedorismo e o perfil empreendedor


Há pessoas que nascem com perfil empreendedor, mas se nunca adotarem o comportamento do empreendedorismo não virão nunca a ser um empreendedor.

Outros não nascem com um perfil empreendedor, porém o desenvolvem e praticam o empreendedorismo.

Empreendedorismo é “algo”, logo se baseia no comportamento e não necessariamente como traço de personalidade.

Por empreendedorismo se tratar de um comportamento o contexto é algo que influencia demais e os valores sociais e culturais, além dos meios de incentivo, qualificação e facilitação, bem como, o panorama econômico são determinantes para a expansão da atividade empreendedora.

O empreendedorismo é gerador de desenvolvimento econômico e, por isso, o desenvolvimento de uma cultura empreendedora é um caminho para a geração de riqueza.

Falemos, então, de “Empreendedorismo e perfil empreendedor”.

O perfil empreendedor

O empreendedor é um indivíduo que precisa estar disposto a conviver com a instabilidade, ter iniciativa, assumir riscos e compromissos, ser obstinado, gostar de aprender e ser objetivo com suas metas.

Por tudo isso, se compreende por que muitas pessoas não conseguem êxito como empreendedor por simplesmente adotarem o comportamento do empreendedorismo, mas não terem o perfil adequado e, não tendo o perfil adequado, não procuraram desenvolvê-lo.

O empreendedor precisa ter a capacidade de sonhar, mas viver seu sonho com os olhos abertos, pois somente olhos bem abertos e espírito vigilante lhe permitirá identificar oportunidades, buscar informações e perceber as mudanças que, inevitavelmente, ocorrerão no caminho.

Tendo este perfil empreendedor não é necessário ser um gênio ou ter um talento muito especial para sobreviver no mundo do empreendedorismo.

Para se ter ideia do quanto é imprescindível o desenvolvimento do perfil empreendedor basta analisar que mesmo um gênio ou alguém com um talento muito especial sem o perfil empreendedor dificilmente obterá êxito sem o desenvolvimento deste perfil.

Quando alguma característica necessária para o êxito como empreendedor ainda não fizer parte do repertório psicológico da pessoa a presença de um sócio com esta característica ausente ou deficiente pode ser uma saída.

Para não se criar uma relação de dependência, porém, é preciso que esta característica deficiente ou ausente seja desenvolvida, para que a parceria seja uma soma de forças e não uma relação de dependência.

Outra possibilidade para lidar com uma ou mais características necessárias ao empreendedorismo que são deficientes ou ausentes é a terceirização, mas o mesmo dito em relação à sociedade se aplica aqui, pois mesmo terceirizando a administração do negócio caberá ao empreendedor e suas decisões não podem ser baseadas em suas deficiências.

Mas o fato é que o perfil empreendedor precisa ser desenvolvido e uma autoavaliação sincera é indispensável para um caminho vitorioso.


A necessidade de conhecer si mesmo

É importante que o empreendedor conheça seu negócio e o mercado em que atuará, mas é fundamental que ele conheça a si mesmo.

O empreendedor é o centro do negócio!

O autoconhecimento é que lhe permitirá explorar capacidades e potencialidades e desenvolver deficiências.

Essa autoanálise deve ser feita com total transparência, ou seja, sem enganar a si mesmo.

Este processo de autoconhecimento deve focar três áreas:

  • Valores Pessoais
  • Habilidades Gerenciais
  • Habilidades Pessoais

Valores Pessoais

Autoconhecer as virtudes e valores que norteiam os passos na vida.

Iniciar um negócio em que a pessoa terá que negar a si mesma para obter sucesso está fadado à insatisfação e o êxito é muito mais do que ganho financeiro, envolve, principalmente, autorrealização.


Habilidades Gerenciais

Autoconhecer a capacidade estratégica e administrativa.

O empreendedor passará grande parte de seu tempo gerenciando seu negócio em atividades como sistema de orçamento, gerenciamento de fluxo de caixa, pagamento de contas, estratégias relacionadas ao nicho, enfim, tudo o que diz respeito à estrutura de seu negócio.


Habilidades Pessoais

Autoconhecer sua capacidade nas relações interpessoais e sua resiliência.

O empreendedor estará constantemente se relacionando com pessoas, sejam elas clientes, colaboradores, fornecedores, agentes de crédito, concorrentes, etc..

Se o empreendedor não tiver habilidades na relação interpessoal será bastante complicado para o seu negócio porque serão pessoas que o ajudarão a fazer seu produto de venda, bem como, serão pessoas que viabilizarão seu negócio e comprarão seus produtos.

A resiliência é algo essencial porque as relações humanas são, muitas vezes, difíceis e as dificuldades são inevitáveis em qualquer tipo de negócio e aqui falo de dificuldades não somente com as pessoas, mas, também, com o próprio mercado.

Saber lidar com obstáculos, portanto, é fundamental!


Querer, saber e fazer

Estes três verbos precisam ser conjugados pelo empreendedor para ele obter sucesso!

Querer fazer é a motivação.

Empreendedor sem vontade é como carro sem combustível!

Saber fazer é competência.

Empreendedor sem competência é como ter violão e não saber tocar!

Fazer bem é criatividade.

Empreendedor sem criatividade é como pintor que pinta o mesmo quadro durante toda a vida.

A motivação, a competência e a criatividade do empreendedor é o que configura a alma do seu negócio.


Foco e direção

Foco é direção, objetivo, meta.

Para que disparar flechas se você não tem alvo?

E tendo um alvo você precisa saber onde ele está!

Dar flechadas a esmo não é uma boa ideia!

Com foco e direção o empreendedorismo é um desafio.

Sem foco e direção o empreendedorismo é qualquer outra coisa que não seja empreendedorismo.

Estabelecer metas é ter um norte para caminhar e ter foco e direção definidos deve ser algo estratégico, porém a estratégia precisa acomodar em si a flexibilidade porque estratégia inflexível é no mínimo teimosia.

Ter foco e ter direção são os passos iniciais, mas as mudanças precisam ser percebidas e se adaptar a elas é questão de sobrevivência.

Não adianta querer chegar ao outro lado do penhasco pela ponte se a ponte caiu!


Empreendedorismo e perfil empreendedor

Para finalizar este artigo sobre o “Empreendedorismo e o perfil empreendedor” segue uma lista de características que você pode utilizar como um formulário de autoavaliação e mapa de desenvolvimento para se tornar um top empreendedor.

Eis a lista de características de um top empreendedor:

  • Ter iniciativa
  • Ter coragem para correr riscos
  • Ser ambicioso
  • Gostar de aprender
  • Ter habilidades interpessoais
  • Ser comprometido
  • Ser objetivo
  • Ser estratégico
  • Ter a capacidade de aprender com os erros
  • Ter resiliência
  • Ser persistente
  • Saber administrar
  • Ser inovador
  • Ser autocrítico
  • Ter capacidade de negociação
  • Acreditar em si e no que faz
  • Ser criativo
  • Ser verdadeiro

Se você não tem todas estas características do perfil empreendedor não desista de sua vontade de ser um empreendedor.

Esta lista é apenas o mapa da sua viagem, mas o caminho se faz ao andar.

Bons negócios!


Veja também…

Vídeo: Os novos empreendedores