Encontros humanos, conexões de mundos

Toda verdadeira vida é encontro.

Nos encontros humanos mundos internos se conectam.

Encontros humanos influenciam e pessoas se modificam.

Encontros humanos e conexões de mundos

O encontro de seres sensíveis

Somos sensíveis aos estados de ânimo, humores, emoções e sons das pessoas ao nosso redor.

Assim, influenciamos e somos influenciados em nossas relações sociais.

Afetividade é a atividade de afetar.

Influenciar é afetar, logo, as relações humanas são pautadas na afetividade.

Nas relações sociais pessoas se influenciam e assim as pessoas se transformam com os encontros humanos.

Pessoas vêm e vão em nossas vidas e em cada encontro com cada uma delas elas trazem os seus propósitos, seus sonhos, seus anseios, suas ansiedades, suas emoções, seus pontos de vista…

Pessoas vêm e vão, mas algo delas sempre fica em nós!

Encontros humanos

Relações humanas

Reconhecendo ou não você depende de outras pessoas.

Não há ninguém que não se utilize da sabedoria, da bondade, da criação ou do conhecimento de outra pessoa.

Alguns se relacionam por afinidade, outros por necessidade, interesse e inúmeros são os motivos que levam o ser humano a se relacionar, mas…

Todo ser humano é um ser social e precisa se relacionar.

E como foi dito, somos sensíveis aos estados de ânimo, humores, emoções e sons das pessoas ao nosso redor.

Aproximar-se das pessoas, criar laços com elas, encontrar pontos e interesses em comum são habilidades de relacionamento e são eles que determinam a boa interação com as pessoas ao nosso redor.

Ninguém alcança sucesso ou realização sozinho, por isso, a habilidade para se relacionar é também ingrediente para a felicidade.

O modo como alguém se veste, o modo como olha as pessoas, seus movimentos, o tom de suas palavras, enfim, tudo o que é expressão de si mesmo faz parte de qualquer relacionamento com outra pessoa.

Encontros humanos

Encontros humanos

Aonde o ser humano for ele estará levando consigo sua história de vida, seu jeito de ser, seus pensamentos sobre tudo e seus medos, emoções, sonhos e sentimentos.

Relacionamentos saudáveis exigem que estejamos aptos a estabelecer contatos, sem negarmos a nós mesmos, respeitando as diferenças, aceitando limites e tendo consciência de nossas intenções, no momento presente.

O que caracteriza os encontros humanos é o fato de seres pensantes estarem se encontrando!

Sendo o ser humano um “ser pensante”, logo carrega em si a possibilidade de avaliar e escolher como se relacionar com o seu próximo.

É importante que nos encontros humanos cada um tenha a consciência de que as relações humanas influenciam e afetam todos que dela participam!

Encontrar-se com o outro é estabelecer conexão com o outro!

Boas conexões fazem com que os encontros humanos sejam produtivos e enriquecedores.

A boa conexão com o outro só acontece quando se é levada em consideração não somente as palavras que envolvem aquele encontro, mas, também, as emoções, sentimentos e tudo o que está por trás das palavras.

Sêneca disse: “Se quiseres ser amado, ama.”.

Creio que esta frase sintetiza a motivação essencial que deve existir nos encontros humanos: amar.

Se alguém que vai ao encontro do outro amando a oportunidade de estar com o outro e carregando propósitos baseados no amor, com certeza, estabelecerá uma boa conexão com o outro.

Vídeo: Patch Adams

Martin Buber: “Toda verdadeira vida é encontro.”.