Exercício básico de meditação


Que tal aprender um exercício básico de meditação?

Este exercício foi sugerido por Adelaide Gardner e está presente em seu livro: “Meditação: Um estudo prático”.

Trata-se de um exercício básico para quem quiser iniciar a prática da meditação.

A autora sugere que este exercício seja praticado no período da manhã, mas, por sua praticidade, pode ser utilizado e adaptado para a prática da meditação em qualquer horário e nas mais diversas situações e locais.

Um uso que se pode fazer desta prática meditativa é o de reflexão sobre algum dilema ou problema decorrente do cotidiano, seja ele profissional, afetivo ou qualquer coisa que esteja afetando seu equilíbrio.

Seguem, então, os excertos da obra de Adelaide Gardner:

Escolha um período de tempo ininterrupto, de dez a quinze minutos. A melhor hora é de manhã […].

A cada noite escolha o assunto para meditação da manhã seguinte. […]. Na hora escolhida, sente-se ereto numa posição confortavelmente repousante. Relaxe os olhos, a nuca, os ombros e as costas, mantendo a espinha ereta.

Relaxe os músculos das coxas, os joelhos e os pés. Deixe que o peso do corpo se afunde na cadeira. Pode levar pelo menos cinco minutos para relaxar-se completamente, mas é importante praticar o relaxamento até que ele se torne habitual.

Para auxiliar no relaxamento alguns vídeos que você pode utilizar antes do exercício básico de meditação.


Inspiração – Relaxamento – Meditação


Retomemos à explicação da autora do exercício básico de meditação.

Quando o corpo estiver relaxado, volte a mente, calmamente, para o assunto escolhido. Pode ser uma virtude ou uma frase. Tente manter a mente nesta única ideia por, pelo menos, três minutos, permanecendo relaxado. Lembre-se de que concentração não é uma questão de esforço físico. Faça algumas respirações profundas, estique totalmente o corpo e retorne lentamente à atividade normal.

Este exercício deve ser repetido regularmente, mesmo que pareça monótono. Um bom relaxamento físico é fundamental para se aprender a controlar o corpo, as emoções e a mente.

Lembro que meditação é uma prática e que você vai aprimorando a sua técnica com o tempo.

Persistir na meditação é investir em sua qualidade de vida.

Paulo Rogério da Motta