Física Quântica: Entrevista com Amit Goswami

O Roda Viva entrevistou o físico nuclear indiano Amit Goswami, considerado um importante cientista da atualidade, ele tem instigado os meios acadêmicos com sua busca de uma ponte entre a ciência e a espiritualidade.

Ele vive nos EUA, é PhD em física quântica e professor titular da Universidade de Física de Oregon.

Há mais de 15 anos está envolvido em estudos que buscam construir o ponto de união entre a física quântica e a espiritualidade.

Já foi rotulado de místico pela comunidade científica, e acalmou os críticos através de várias publicações técnicas a respeito de suas ideias.

Em seu livro “O Universo Autoconsciente” ele procura demonstrar que o universo é matematicamente inconsistente, e sem existência de um conjunto superior, no caso Deus.

E diz que se esses estudos se desenvolverem, logo no início do terceiro milênio, Deus será objeto da ciência e não mais da religião.

Universo Autoconsciente

Entrevista com Amit GoswamiExcertos do livro Universo Autoconsciente: como a consciência cria o mundo material, de Amit Goswami, com Richard E. Reed e Maggie Goswami:

Um nível crítico de confusão satura o mundo contemporâneo.

Nossa fé nos componentes espirituais da vida—na realidade vital da consciência, dos valores, e de Deus—está sendo corroída sob o ataque implacável do materialismo científico.

Por um lado, recebemos de braços abertos os benefícios gerados por uma ciência assume a visão mundial materialista.

Por outro, essa visão, predominante, não consegue corresponder às nossas intuições sobre o significado da […]

[…]Este livro propõe um paradigma desse tipo e mostra que podemos construir uma ciência que abranja as religiões do mundo, trabalhando em cooperação com elas para compreender a condição humana em sua totalidade.

O núcleo desse novo paradigma é o reconhecimento de que a ciência moderna confirma uma ideia antiga—a ideia de que consciência e não a matéria é o substrato de tudo que existe.

A primeira parte deste livro apresenta a nova física e uma versão moderna da filosofia do idealismo monista.

Sobre esses dois pilares, tentará construir o prometido novo paradigma, uma ponte sobre o abismo entre ciência e religião.

Que haja contato entre ambas.