Mais sete documentários de grandes livros


O Euniverso selecionou mais sete documentários de grandes livros!

Este é o terceiro e último de uma série de três artigos que apresentará no total dezessete documentários de grandes livros.

Abaixo do player dos vídeos de grandes livros encontra-se uma sinopse dos documentários.

Esta é a terceira coletânea!


Lista de Documentários de Grandes Livros:

  • Nathaniel Hawthorne – A letra escarlate
  • Platão – A República
  • Richard Wright – Filho nativo
  • Scott Fitzgerald – O grande Gatsby
  • Sir Thomas Malory – A morte de Artur
  • Victor Hugo – Os miseráveis
  • William Goldin – O senhor das moscas


Sinopse dos Documentários de Grandes Livros:


Nathaniel Hawthorne – A letra escarlate

A Letra Escarlate é um livro de Nathaniel Hawthorne publicado nos Estados Unidos em 1850.

Na rígida comunidade puritana de Boston do século XVII, a jovem Hester Prynne tem uma relação adúltera que termina com o nascimento de uma criança ilegítima.

Desonrada e renegada publicamente, ela é obrigada a levar sempre a letra “A” de adúltera bordada em seu peito.

Hester, primeira autêntica heroína da literatura norte-americana, se vale de sua força interior e de sua convicção de espírito para criar a filha sozinha, lidar com a volta do marido e proteger o segredo acerca da identidade de seu amante.

Aclamado desde seu lançamento como um clássico, A letra escarlate é um retrato dramático e comovente da submissão e da resistência às normas sociais, da paixão e da fragilidade humanas, e uma das obras-primas da literatura mundial.


Platão – A República

“A República” é um diálogo socrático escrito por Platão, filósofo grego, no século IV a.C..

Todo o diálogo é narrado, em primeira pessoa, por Sócrates.

Em A República, Platão idealiza uma cidade, na qual dirigentes e guardiães representam a encarnação da pura racionalidade.

Neles encontra discípulos dóceis, capazes de compreender todas as renúncias que a razão lhes impõe, mesmo quando duras.

O egoísmo está superado e as paixões, controladas. Os interesses pessoais se casam com os da totalidade social, e o príncipe filósofo é a tipificação perfeita do demiurgo terreno.


Richard Wright – Filho nativo

Filho Nativo é um livro escrito por Richard Wright e publicado originalmente em 1966.

É o primeiro documento no campo da ficção sobre o estado da alma de um negro, que de acordo com os estudos feitos nos Estados Unidos, pela National Youth Comission, sofre distorções de personalidade que afetam o seu ajustamento à sociedade norte-americana.

É uma história trágica e brutal de um “negro ruim”, que tenta encobrir o seu complexo de inferioridade com atos agressivos contra a sociedade em que vive.

Reflete como ser negro não significa somente viver na presença de severas limitações físicas, como também, viver numa cultura cujos incentivos, recompensas e castigos afetam o desenvolvimento do tipo desejável de cidadão.

É uma obra de extrema importância para a literatura norte-americana dos anos 1950.


Scott Fitzgerald – O grande Gatsby

“O Grande Gatsby” é um romance escrito pelo autor americano F. Scott Fitzgerald, publicado pela primeira vez em 1925.

Obra-prima de Scott Fitzgerald, O Grande Gatsby é o romance americano definitivo sobre os anos prósperos e loucos que sucederam a Primeira Guerra Mundial.

O texto de Fitzgerald é original e grandioso ao narrar a história de amor de Jay Gatsby e Daisy.

Ela, uma bela jovem de Lousville e ele, um oficial da marinha no início de carreira.

Apesar da grande paixão, Daisy se casa com o insensível, mas extremamente rico, Tom Buchanan.

Com o fim da guerra, Gatsby se dedica cegamente a enriquecer para reconquistar Daisy.

Já milionário, ele compra uma mansão vizinha à de sua amada em Long Island , promove grandes festas e aguarda, certo de que ela vai aparecer.

A história é contada por um espectador que não participa propriamente do que acontece – Nick Carraway.

Nick aluga uma casinha modesta ao lado da mansão do Gatsby, observa e expõe os fatos sem compreender bem aquele mundo de extravagância, riqueza e tragédia iminente.


Sir Thomas Malory – A morte de Artur

“A Morte de Artur”, publicado pela primeira vez em 1485, é a versão de Sir Thomas Malory sobre a história do Rei Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda, baseada em lendas inglesas e francesas.

Algumas partes do livro são material original de Malory, outras são as interpretações que ele deu a histórias anteriores.

Ainda que não se trate da obra mais antiga sobre o ciclo arturiano, “A morte de Artur” está entre as mais conhecidas.

O romance narra as suas aventuras em companhia de Sancho Pança, seu fiel amigo e companheiro, que tem uma visão mais realista.

A ação gira em torno das três incursões da dupla por terras de La Mancha, de Aragão e de Catalunha.

Nessas incursões, ele se envolve em uma série de aventuras, mas suas fantasias são sempre desmentidas pela dura realidade.


Victor Hugo – Os miseráveis

“Os Miseráveis” é uma das principais obras do escritor francês Victor Hugo, publicada em 3 de abril de 1862.

A história se passa na França do século XIX entre duas grandes batalhas: a Batalha de Waterloo (1815) e os motins de junho de 1832.

Daqui resulta, por cinco volumes, a vida de Jean Valjean, um condenado posto em liberdade, até sua morte.

Em torno dele giram algumas pessoas que vão dar seus nomes para os diferentes volumes do romance, testemunhando a miséria deste século, a pobreza miserável de: Fantine, Cosette, Marius, mas também Thénardier (incluindo Éponine e Gavroche) e o inspetor Javert.


William Goldin – O senhor das moscas

“O Senhor das Moscas” é um livro de alegoria escrito por William Golding (vencedor do Prêmio Nobel em 1983), publicado em 1954.

Embora não tenha sido um grande sucesso à época, com o tempo tornou-se um grande sucesso, e leitura obrigatória em muitas escolas e colégios.

O título é uma referência a Belzebu (do nome hebraico Ba’al Zebub), um sinônimo para o Diabo.

O livro retrata a regressão à selvageria de um grupo de crianças inglesas de um colégio interno, presos em uma ilha deserta sem a supervisão de adultos, após a queda do avião que as transportava para longe da guerra.


Série de artigos de vídeos de grandes livros:

Cinco vídeos de grandes livros

Mais cinco vídeos de grandes livros

Mais sete documentários de grandes livros 


Aprecie também…

Frases e Pensamentos de Fernando Pessoa