O comprometimento no ambiente organizacional

O comprometimento no ambiente organizacional determina a qualidade do profissional.

Quando se é qualquer um, qualquer um serve!

O comprometimento no ambiente organizacional

O comprometimento no ambiente organizacional

A qualidade e a força do comprometimento e, em consequência, da atitude de um profissional é o que o faz ser um mau, razoável ou excepcional colaborador.

Quando se quer qualquer coisa ou se nada quer, qualquer coisa serve.

E neste caso a contrapartida é que quando se é qualquer um, qualquer um serve.

Mas, quem busca excelência não se satisfaz só com o razoável.

O comprometimento no ambiente organizacional

Busca por excelência

Direta ou indiretamente, são as pessoas que determinam o sucesso ou o insucesso de uma organização.

Se pessoas são a riqueza de uma empresa, como avaliar o valor que alguém tem para sua empresa?

A riqueza de um profissional pode ser avaliada pelos recursos internos que ele tem, ou seja, recursos humanos.

Estes recursos internos se expressam na sua atuação profissional através de suas “atitudes”.

O comprometimento no ambiente organizacional

As atitudes e os tipos de profissionais

Ninguém pode dar aquilo que não tem, portanto, é preciso ter recursos internos para ter novas atitudes na vida.

Mas ninguém nasce pronto!

O ser humano é um ser em constante transformação.

E a vida não tem controle remoto!

Quem quiser mudar tem que ir à luta!

Como vimos as atitudes qualificam o profissional, portanto, as atitudes são caminhos para a transformação.

Boas pessoas têm boas atitudes!

No ambiente organizacional é assim também!

O comprometimento no ambiente organizacional então se caracteriza com o comprometimento em ser um profissional com boas atitudes.

O grau de comprometimento no ambiente organizacional nos leva a alguns tipos de colaboradores:

O comprometimento no ambiente otganizacional

O mau colaborador

Não cumpre compromissos porque não é comprometido consigo mesmo.

Sendo assim, não é comprometido com a empresa.

Você se casaria com alguém que não se compromete nem consigo nem com você?

Você acha que uma empresa quer ter um colaborador assim?

O comprometimento no ambiente organizacional

O razoável colaborador

 Este colaborador cumpre compromissos.

É o funcionário tarefeiro.

Mas, na verdade, ele não é comprometido com a empresa em sua essência, ou seja, com os projetos, missão e valores da empresa.

Você se casaria com alguém que está com você, mas não sonha ao seu lado?

Você acha que uma empresa sonha ou faz questão de ter um colaborador assim?

O comprometimento no ambiente organizacional

O excepcional colaborador

 Este colaborador cumpre compromissos.

Além disso, ele é fortemente comprometido com a empresa em sua essência, ou seja, com os projetos, missão e valores da empresa.

Você se casaria com alguém que está com você, que sonha ao seu lado e quer sempre o melhor para você?

Você acha que uma empresa quer ter um colaborador assim?

Enfim…

O comprometimento no ambiente organizacional se baseia no compromisso que o colaborador tem em buscar excelência.

Sombra todo mundo quer, mas são poucos os que plantam as árvores!

Este tema do comprometimento organizacional é brilhantemente exposto por Daniel Godri no vídeo a seguir.

Vídeo: Gato ou cachorro?