O medo no ambiente de trabalho

O medo no ambiente de trabalho é algo comum. Muito do que acontece dentro de uma organização é movido pelo medo.

No ambiente de trabalho a pessoa tem que lidar com o avanço da tecnologia, o ambiente competitivo, situações imprevisíveis, exigências diárias…

Tudo isso pode, de alguma forma, promover o medo.

O medo indefinido, seja ele pessoal ou coletivo, tem o poder de nos paralisar, de nos afastar de nossos reais propósitos, de nos tornar ineficazes, de ser algo pesado como chumbo que nos cansa ao carregá-lo.

Mudanças causam medo…

Mas mudança é movimento e o que não se movimenta fica estagnado!

O desconhecido pode gerar o medo, mas pode também gerar a criatividade, a resiliência, a flexibilidade e permitir que você mostre o quanto você pode ser especial e diferente.

E a vida é costurada pelo desconhecido, pois a vida é imprevisível, quer se queira ou não!

O medo no ambiente de trabalho

Medo e transformação

Artigo baseado e com excertos da obra: “A alquimia do medo”, de Kay Gilley.

– Já estou sobrecarregado. Estou trabalhando mais do que nunca. É muito estressante. Estou dividido entre o trabalho e a família. Como você pode ainda me pedir tempo para que eu me cure?

É exatamente por estar tão cansado que precisa fazer isso.

Extenua manter o medo e as emoções reprimidas.

Passamos quase a metade da vida trabalhando.

Ter medo no ambiente de trabalho é passar quase metade da vida com medo!

Tudo o que acontece neste ambiente afeta o resto de nossa vida, bem como nossa saúde física e emocional.

O ambiente de trabalho deve ser rota de crescimento pessoal.

Podemos nos tornar alquimistas que transformam o chumbo emocional em ouro.

É um trabalho pessoal árduo, difícil de pôr em prática em dias que parecem já estar totalmente ocupados.

Porém há um imperativo pessoal e empresarial: a maneira antiga não está funcionando.

O preço por não mudar é alto: perda de eficiência, desmotivação, falta de criatividade…

As empresas precisam desesperadamente de criatividade, aptidão, coragem e alegria.

Chegou a hora de transformar o local de trabalho num lugar dinâmico, cativante e estimulante, um lugar onde gostamos de estar e onde estaremos com disposição.

Admitir seus medos e erros é o caminho para você encontrar a paz em si mesmo e promover a paz no lugar em que está.

Algumas questões precisam ser lidadas:

  • Mudar a si mesmo ou mudar do lugar em que está?
  • Ter competência emocional ou incompetência emocional?

Se as respostas para estas questões tiver como fundamento a busca da excelência o caminho será: “transformar-se e transformar”.

A chave para a criação das circunstâncias na nossa vida consiste em trazer significados para nossa vida baseados em nossa força interior.

E a partir daí tudo na vida é motivo e oportunidade para crescimento pessoal e servirá para termos uma nova função na empresa em que trabalhamos e na nossa própria vida.

A atitude diante da vida baseada na submissão ao medo e na inflexibilidade resulta em:

  • Rejeição
  • Luta com conflito
  • Fuga
  • Repressão
  • Vitimização
  • Intolerância

A atitude diante da vida baseada na transformação do medo e na flexibilidade resulta em:

  • Reconhecimento dos erros
  • A vida é dádiva
  • Com o outro há encontro e não conflito
  • Tolerância gerando paz
  • Satisfação interior

Qual é a sua escolha?

Vídeo: Você é fruto das suas escolhas

Norman Vincent Peale: “O covarde nunca tenta, o fracassado nunca termina e o vencedor nunca desiste.”.