O poder das palavras

Você já pensou sobre a força que uma palavra tem?

A influência das palavras

Quando ouvimos um elogio, há um bem estar que nos invade e acaba por influenciar nossas ações.

Da mesma maneira, quando ouvimos uma ofensa, reagimos de acordo com ela, e passamos a nos comportar também de acordo.

O ser humano é um ser social e a linguagem é a forma com que este apreende, transmite e interage com o meio a sua volta.

A linguagem acaba por ser um meio criador e transformador do ser humano, indicando assim que as palavras trazem em si possibilidades inúmeras de transformação do ser humano.

Através das palavras o homem pode captar as mensagens transmitidas pelo meio em que vive e dar uma significação própria de acordo com seu conteúdo interno e então formular ou reformular ideias e valores, bem como possibilitar-lhe a tomada de decisões, tirar conclusões, mudar comportamentos e refletir.

“Qualquer um pode zangar-se – isto é fácil. Mas zangar-se com a pessoa certa, na medida certa, na hora certa, pelo motivo certo e da maneira certa – não é fácil”. (Aristóteles).

O poder das palavras

Você já pensou sobre a força que uma palavra tem?

  • Palavras que curam um relacionamento ou acabam com um.
  • Palavras que dão um sentido a uma vida ou que acabam com uma.
  • Palavras que magoam.
  • Palavras que consolam.
  • Palavras que nos fazem chorar.
  • Palavras que nos fazem rir.

A escritora Ellen White nos adverte: “As palavras são um indício do que se acha no coração. ‘A boca fala do que está cheio o coração.’ Mas as palavras são mais que um indício do caráter; têm poder de reagir sobre o caráter. Os homens são influenciados por suas próprias palavras”.

A espada de dois gumes

O poder das palavrasSe temos vida em nós, externamos vida pelas palavras; se temos amor, externamos amor.

Por outro lado, se externamos amor, ganhamos amor; se externamos vida, ganhamos vida.

A espada de dois gumes, nessa perspectiva, ganha novo sentido para mim: corta tanto para fora quanto para dentro.

Palavras organizam o mundo, dão a ele um sentido.

las o descrevem em determinadas situações, e o completam em outras, tudo isto é o poder da linguagem.

É desta maneira que somos capazes, ao ler um bom romance, de nos transportarmos para dentro dele e sentir aquilo que os personagens sentem.

Conhecer as palavras e seu poder implica em saber quando são venenosas e quando estão sendo verdadeiramente doces.

Hitler foi um gênio!

Devemos admitir, Adolf Hitler gerou uma guerra e convenceu o povo alemão de seus cruéis ideais, através das palavras.

As palavras tem a possibilidade de serem eternas quando carregam em si um significado que é importante para quem as ouve.

As palavras tem o poder de questionar, intrigar, solucionar e mudar.

As palavras podem ser armas, por isso em alguns momentos é preferível o silêncio.

Palavras podem lapidar os nossos pensamentos, nossas emoções.

Palavras trocadas…

Palavras que edificam…

Palavras verdadeiras…

As palavras tem poder!

E de palavras são escritas as grandes histórias.

Saúde é também uma palavra

As pessoas se alimentam de palavras.

Elas podem condenar, podem permanecer frias e endurecidas no subconsciente, incubadas para na primeira oportunidade  estimular  a produção de toxinas que se espalham por todo o corpo e então a vida pode tornar-se insuportável.

Palavras com mel = melodia

Melodias conduzem e sustentam grandes amores, palavras cantadas.

Pronúncias doces ditas em momentos oportunos livram seres humanos das mais tórridas agonias.

Amor é uma palavra

Palavras emitidas espontaneamente, pela boca de crianças, por gente desconhecida, por quem admiramos, fazem rir ou transformam aquele dia aparentemente insípido em um dia leve, ideal para uma breve ou longa oração de agradecimento.

Pensamentos positivos solidificados em palavras arrancam suspiros e sorrisos de quem as ouvem, e o melhor de tudo: faz bem a quem as diz.

Doe palavras boas e verdadeiras e as terá de volta nas mais variáveis formas de amor ou admiração.

Alguém morre quando as palavras calam, os olhos se fecham e o coração para de funcionar e, nos últimos instantes de vida, tudo que se deseja é poder dizer  algumas breves e eternas palavras.

“Pensa como pensam os sábios, mas fala como falam as pessoas simples”. (Aristóteles).