O que é Startup?


Existem dois caminhos para o empreendedor: copiar ou inovar.

Copiar significa repetir coisas que já funcionam, fazer mais do mesmo e, sem ser pejorativo, buscar a “mesmice”.

Inovar significa criar coisas que ninguém fez, fazer algo inédito e buscar a convergência.

Este artigo vai focar no segundo caminho e responder o que é Startup.

O que é Startup?

Startup como expressão significa a ação de começar algo.

Startup também pode ser entendido como a ação de iniciar uma empresa e coloca-la para funcionar.

Mas startup pode significar um grupo de pessoas em torno de uma ideia diferente.

Algumas empresas que começara como startups:

  • Google
  • Yahoo!
  • Facebook
  • Microsoft

A expressão startup se tornou popular a partir da década de 90 quando aconteceu a “bolha da internet” e os rápidos avanços da tecnologia faziam com que surgissem ideias geniais a cada semana.

Um passo decisivo foi dado em novembro de 1993 quando foi lançado o navegador Mosaic que tornou a internet acessível a um maior número de pessoas.

O Mosaic se transformou em Netscape e em 1994 surgiu o navegador Navigator que popularizou de vez a internet.

Outras empresas como Yahoo! e Amazon tinham ações na década de 90 que eram como ouro em papel.

O mercado enlouqueceu e a matriz do hospício era o Vale do Silício até que a bolha estourou de vez em 2001.

Mas voltemos ao nosso tema da startup e este panorama da década de 90 serviu apenas para mostrar a época de ebulição das startups.


Características da Startup

As Startups operam baseadas na interação com outras pessoas e inicialmente lidam com um cenário repleto de incertezas e obstáculos.

Pela lista acima de empresas que iniciaram como startups é possível que enganosamente tenhamos a ideia de que é algo destinado ao sucesso, mas não é assim!

Muitas startups se mostraram inviáveis e/ou sucumbiram a questões burocráticas e também a mercados consolidados por grandes empresas que não queriam a alteração de rota de seus nichos.

Uma analogia é o crescimento da indústria do cinema!

Antes o lema é que bastava uma câmera na mão para fazer um filme e hoje um filme custa milhões e milhões para ser produzido e distribuído e não adianta você ser um gênio para que consiga ter a sua Hollywood em casa.

Ainda nessa linha de pensamento, as startups não encontram nas grandes empresas um contexto favorável para nascerem, pois as grandes organizações já tem seus modelos de negócios consolidados.

Ser um gênio com uma grande ideia é mais ou menos como o dito popular de que uma andorinha sozinha não faz verão!

Daí a necessidade de se relacionar, de engajar e de convergir pessoas para a sua ideia!

Isto caracteriza o início como ideia diferente e pequeno negócio das startups.

O tamanho pequeno é até positivo para algo inovador, pois não se engessa em sistemas de funcionamento e o espaço para a criatividade e o livre pensamento é possível.

Startups questionam conceitos estabelecidos, repensam paradigmas e seu ponto de partida é o zero.

As startups são negócios que buscam explorar atividades inovadoras e com um modelo de negócio que seja escalável e repetível.

Portanto, as principais características das startups são a de serem escaláveis e repetíveis.

Quando se fala em escalável e repetível significa que o modelo de negócio objetiva escalar um grande número de clientes e de lucro em pouco tempo com um aumento de custos inversamente proporcional, ou seja, alta rentabilidade e baixo custo.

Ser escalável e repetível pode ser mais bem entendido por um exemplo prático de uma empresa que hoje todos conhecem: o Google.

O Google ganha por cada clique que obtém e não precisa produzir nada físico para isso.

O Google ganha encima da ação da pessoa. Atinge grande quantidade de pessoas com altos ganhos e baixos custos.


Startup e internet

Citei sempre empresas ligadas à internet, mas é importante que se saiba que as startups não são negócios baseados exclusivamente na internet!

E para que você saiba o que é Startup de forma correta, saiba que as startups podem acontecer em qualquer área de negócios!

A ideia da startup estar mais associada a negócios que envolvam a internet se deve por ser o caminho mais compatível com os objetivos de ser escalável e repetível.

O mundo virtual é adequado para isso.

Agora você sabe o que é Startup!

Tem alguma ideia genial na cabeça?


Veja também…

Vídeo: Os novos empreendedores