O respeito e o papel do educador


O respeito realmente se inicia pelo respeito a si mesmo e se estende no respeito ao outro.

O educador tem importante papel nessa compreensão!

O respeito e o papel do educador

O respeito e o papel do educador


Educar, hoje, significa preparar o ser humano para compreender que, além de individual, ele também é coletivo.

Ao mesmo tempo, o coletivo em que vive é composto por indivíduos, ou seja, seres singulares.

Cabe ao educador a tarefa de ajudar a criança e o adolescente a compreender o mundo e o outro, a fim de que cada um compreenda melhor a si mesmo.

Sem essas compreensões não há motivo nem espaço para que o respeito exista em seus universos.

Por isso, a reflexão sobre este tema é fundamental!

O educador precisa compreender que o respeito é um objetivo que somente é alcançado quando ele é consequência e o respeitar só se torna consequência quando o educador auxilia a criança e o adolescente a:

  • Perceber a condição humana
  • Experimentar situações que favoreçam o entendimento do papel do respeito
  • Exercer a compreensão de seu papel e do papel dos demais
  • Compreender o indivíduo
  • Honrar os compromissos
  • Demonstrar integridade pessoal
  • Praticar a cidadania global

Essas ações possibilitarão que respeitar seja um paradigma presente na educação e em toda convivência social.

Não basta apenas propor o respeito ao que e a quem cerca o indivíduo como caminho para manutenção dos valores externos e coletivos, também é preciso propor respeitar a si mesmo como caminho para manutenção dos valores internos e individuais.

Os dois caminhos interagindo e modificando indivíduo e sociedade. Transformando o caminhante e o caminho.

Respeitar é assim um caminho de mão dupla que de um lado trafega o respeitar o outro e na outra mão o respeitar a si mesmo.

A criança ou adolescente que não consegue respeitar a si mesmo é alguém que se submeterá à vontade alheia, aceitará estereótipos que lhes serão socialmente impostos e não terá força para exercer seu protagonismo social.

O tratamento supostamente respeitoso que ele dará aos outros será, na verdade, um papel de submissão.

Ninguém pode oferecer aquilo que não tem!

Portanto, para respeitar o próximo há que primeiro respeitar a si mesmo.

O papel do educador, sendo assim, é não o de apenas despertar cidadania, mas também e igualmente importante, promover a autoestima da criança e do adolescente.


Veja também…

Vídeo: As cinco mentes de Gardner