Saber amar e qualidade de vida


Saber amar e qualidade de vida são, na prática e em essência, sinônimos.

Se você sabe amar a si mesmo vai querer o melhor para você.

Se você sabe amar o outro vai querer o melhor para o outro.

Querer o melhor é querer qualidade de vida.


 Vídeo: O que significa Amor?


O amor e a imperfeição

Mas amar não é algo simples para seres complexos como são os seres humanos!

Somos mais de sete bilhões de pessoas no mundo e não há uma única pessoa que seja igual à outra!

Cada pessoa é singular ao seu jeito!

A variedade possível nos seres humanos é sem número!

Por exemplo, existem seres  humanos:

  • Brancos
  • Negros
  • Com olhos castanhos
  • Com olhos verdes
  • Os que nasceram com duas pernas
  • Os que nasceram com uma ou nenhuma perna
  • Os que gozam de plena saúde
  • Os que nasceram com a saúde debilitada
  • Os que perderam parte de sua saúde na caminhada da vida
  • Jovens
  • Na meia idade
  • Na terceira e quarta idade
  • Ricos
  • Pobres
  • Homossexuais
  • Heterossexuais
  • Cristãos
  • Pagãos
  • Ateus

Enfim, a lista é muito extensa.

E o que isso quer dizer?

Que saber amar passa necessariamente pela sabedoria de aceitar o diferente.


Três verdades do ser humano

Três verdades podemos perceber:

  • Todo ser humano envelhece
  • Todo ser humano morre
  • O ser humano tem a capacidade de amar conscientemente

E o que há de mais belo no ser humano é sua “capacidade de amar”.

A beleza do amar humano está no fato dele ser a espécie que mais evoluiu e, assim, a que mais adquiriu consciência.

Amar para o ser humano não é somente uma questão de instinto como a de um animal que ama o seu filhote.

Amar para o ser humano envolve amar de forma irracional e “racional”.

Amar conscientemente é escolher amar e cuidar, alimentar e lapidar este amor deliberadamente.

Como viver é um processo que sempre envolve a dualidade, a contrapartida disto é que assim como amar ele pode odiar e o preconceito e a intolerância são consequências quando a escolha é por não amar.


A utopia de amar a perfeição

A perfeição é buscada pelo ser humano e ele estabelece ideais de perfeição, como:

  • Beleza perfeita
  • Saúde perfeita
  • Vida perfeita
  • Pessoa perfeita
  • Felicidade perfeita

E aqui teríamos outra lista sem fim, mas a lista de ideais de perfeição seria uma lista sem finalidade alguma, porque…

Perfeição não existe.

A deficiência faz parte da totalidade do ser humano.

O ser humano pode ser deficiente em inteligência, em saúde, em bom humor, em simpatia, em honestidade, em recursos financeiros…

Mas a pior deficiência que o ser humano pode ter é não saber amar.

Amar só é possível quando entendemos que ninguém é perfeito… Nem “nós mesmos”!

Saber amar é algo possível somente quando o verbo amar é conjugado com outros verbos como respeitar, tolerar, resignar…


Saber amar e qualidade de vida

Aquele que baseia sua vida em modelos e ideais de perfeição está destinado a não ter qualidade de vida plena.

Esta afirmação se deve pelo fato das constantes frustrações que esta pessoa terá na vida.

Esta pessoa irá se frustrar por não ter o corpo que deseja, por não ter ao seu lado a pessoa idealizada, por nunca ter o suficiente para se autorrealizar…

Esta pessoa terá uma vida repleta de frustrações por buscar a utópica perfeição. Por só amar a perfeição e isto, repito, é utopia!

Perfeição não existe!

Para saber amar é preciso aceitar o diferente, o deficiente e a realidade.

Para saber amar a pessoa precisa aceitar a singularidade do outro compreendendo que o outro é único assim como ela é.

Para saber amar a pessoa precisa aceitar que o outro não pode ser tudo nem oferecer tudo o que ela quer. O nome disso é necessidade e não amor.

Para saber amar a pessoa precisa aceitar que a felicidade para ser plena tem que se realizar, tem que existir na realidade. É o que a torna real! Viver a plenitude do momento e do que nele existe mesmo não sendo aquele momento o descrito no desfecho dos contos de fada.

Porém, se colocarmos a imperfeição como ingrediente da perfeição podemos conseguir a mágica alquimia de obtê-la.

Se assim acontecer, então, saber amar e qualidade de vida caminharão ainda mais juntos e serão ainda mais sinônimos, pois a mágica alquimia nos permitirá afirmar que:

Perfeição não existe, mas momentos perfeitos existem.

Paulo Rogério da Motta