Ser bruxo ou bruxa (E mais 10 clipes bruxescos)

Ser bruxo ou bruxa é viver de acordo com princípios pagãos, celebrar os ciclos e proteger a natureza, considerar a vida como sagrada e adotar a magia como uma arte em sua vida.

Ser bruxo ou bruxaSer bruxo (também pode ser chamado de mago) ou bruxa é optar por ter uma visão diferente da vida e do mundo e reverenciar a natureza, os seus elementos e o sagrado feminino.

Ser bruxo ou bruxa requer não ter medo de ser diferente e fazer tal escolha com sinceridade e sem medo de assumir sua escolha e nem vergonha de ser um bruxo ou bruxa.

A escolha de ser bruxo ou bruxa deve provir de um chamado interno e não ser apelo do ego, ou seja, há que se ter vocação (sentir o chamado) e não fazer da escolha de ser bruxo ou bruxa um caminho para ser socialmente diferente ou para alimentar fantasias provenientes de imaturidade psicológica.

O bruxo ou bruxa faz da natureza o seu templo e é neste templo natural que ele celebra a vida, os ciclos da natureza e pratica o culto à Deusa (que é representada pela Lua) e ao Deus (que é representado pelo Sol).

Ser bruxo ou bruxa é reconciliar o masculino e o feminino vivendo a sua espiritualidade como uma consagração ao casal divino representado pela Grande Mãe e pelo Grande Pai.

Ser bruxo ou bruxa é encontrar a verdadeira essência e a magia que está dentro de si. É aceitar o Deus e a Deusa em seu coração. É compreender que a magia faz parte da natureza e, consequentemente, da vida e, por isso, acreditar, respeitar e amar a natureza que para o bruxo ou bruxa é a expressão da magia e do sagrado.

Para ser bruxo ou bruxa não é preciso sequer fazer magia ou ter poderes paranormais.

Para ser bruxo ou bruxa em essência, entretanto, saber amar é fundamental para que a crença de que a vida é sagrada não seja demagógica e sim, uma expressão sincera de um sentimento que pauta suas ações na vida.

Os bruxos e bruxas podem utilizar a magia para lidar com os problemas práticos da vida e podem e devem ajudar o próximo para que resolvam os seus, mas sempre utilizando a magia com bom senso e pureza de propósito. “Se nenhum mal causar, faça o que desejar”.

O bom caminho é uma escolha e assim como acontece em todas as áreas da vida existem aqueles que não optam por este bom caminho. Existem bruxos bons e maus, assim como existem bons e maus cristãos, por exemplo.

O bruxo ou bruxa recorre às energias da natureza, por isso, é fundamental a sua comunhão com essas energias e o respeito por todos os seres vivos e pela vida. Fundamental também o trabalho interno para que recorra às energias contidas em si mesmo, pois, por mais que exista energia fora do bruxo, a magia precisa estar especialmente dentro dele. “A magia está no bruxo”.

A bruxa solitária ou o bruxo solitário é aquele que trabalha sozinho ou com sua parceira ou parceiro. Outra opção é o bruxo ou bruxa fazer parte de um coven.

Coven é o nome dado a um grupo de bruxos que pratica a Arte Mágica, estuda a Velha Religião e celebra os deuses e a vida.

O bruxo ou bruxa que opta por ser solitário faz suas escolhas dos deuses que cultuará, por quais e as maneiras que realizará seus rituais, se usará ou não vestimentas e tudo mais.

O bruxo ou bruxa que opta por ser solitário fará invocações, rituais e celebrações assim como um bruxo ou bruxa de um coven, porém, pelo fato de fazer tudo isso sozinho, sem a orientação de uma sacerdotisa e/ou sacerdote, cabe-lhe mais ainda a necessidade do uso do bom senso.

Para celebrar seu conhecimento do que é ser bruxo ou bruxa aprecie uma seleção de clipes bruxescos!

Abençoado(a) seja!

Paulo Rogério da Motta

Playlist bruxesca:

Elvin’s Tales – Winds are Silent

Faun – Diese kalte Nacht

Kamelot e Simone Simons – The Haunting

Loreena Mckennitt – Seeds of Love

Loreena Mckennitt – Seeds of Love The Mystic’s Dream

Mary – The Witch’s Aria

MaterDea – Another Trip to Skye

Stoa – So Many Clouds

Wendy Rule – Full Moon In Scorpio

Wendy Rule  – Half Life